24 agosto 2018

Aspomires inicia as comemorações do Dia do Soldado

O Cerimonial Aspomires foi cenário para uma noite cheia de graça e inspiração. Mais de 330 pessoas prestigiaram o Culto em Ação de Graças pelo Dia do Soldado nesta quarta (22). O evento contou com a presença de autoridades militares, como o comandante geral da PMES, Cel Alexandre Ramalho, o Ten Cel Adeilton da Costa Pavani, representando o Comando Geral do CBMES, e o Cel Carlos Augusto Ribeiro, presidente dos Militares Evangélicos e comandante estadual da Capelania Voluntária.

O Dia do Soldado é comemorado em 25 de agosto, contudo a associação adiantou os festejos. De acordo com o diretor de Relações Públicas, Cel Carlos Henrique, o objetivo da Aspomires é celebrar a vida de cada militar, do soldado ao coronel. “Nosso dever é comemorar a vida destes bravos soldados que estão na linha de frente protegendo a sociedade capixaba. E a festa continua no dia 25, com o sorteio da motocicleta 0 km”, destacou o diretor. O presidente Cap Raimundo enfatizou que o maior patrimônio da Aspomires são os associados. “Somos mais de sete mil associados, entre eles, 1026 viúvas e pensionistas. E a associação é, hoje, sinônimo de amizade e compreensão à toda família militar capixaba”, apontou.

O evento foi marcado pela homenagem ao Sgt Marcos Rébuli da Rocha, que, neste mês, sofreu um grave acidente enquanto ministrava instruções na 7ª edição do Curso de Ações Táticas Especiais (Cate). O comandante geral agradeceu à iniciativa da Aspomires. “Este é um valoroso reconhecimento. Desde o primeiro momento que tivemos o contato, após o incidente, vimos um camarada ativo, plenamente consciente do que aconteceu e preocupado com a continuidade ao curso. O Sgt Rébuli é um exemplo de perseverança e motivação”, destacou Cel Alexandre Ramalho. E finalizou: “Temos muito respeito pela Aspomires, que, nesta semana de comemoração ao Dia do Soldado, nos emocionou com esta iniciativa”.

Sgt Rébuli, que estava acompanhado da esposa e filhos, deu uma grandiosa lição de vida. “Infelizmente, a homenagem foi por esta circunstância, não que eu tenha sentimento de pena pelo o que aconteceu. Não perdi cinco dedos, eu ganhei uma vida nova”, enfatizou. E complementou: “Temos que pensar que toda queda nos leva a refletir um pouco mais sobre nossa existência. Minha família e eu nos sentimos muito gratificados com esta homenagem”.

Para o Ten Cel Pavani, é fundamental lembrar-se dos militares em geral, desde o comandante gestor ao soldado que está na ponta da linha. “Já fui soldado também e momentos como este, que valorizam o profissional, incentivam ao enfretamento das dificuldades. Justa e honrosa esta iniciativa da Aspomires”, sinalizou. O Cel Ribeiro também elogiou a ação da associação. “É muito importante esta oportunidade de poder congregar em uma entidade do tamanho da Aspomires. O soldado do Espírito Santo está realmente ferido e a realização de um culto como este transmite bênçãos à família militar capixaba. A Aspomires está de parabéns”, destacou Cel Ribeiro.

A Aspomires prestou homenagem também ao Sgt Serrinha, que, com 84 anos, era militar mais antigo presente no evento, e à Sgt Raquel, militar feminina mais nova naquela noite. Além disso, o pastor Raphael Abdala e a Primeira Igreja Batista de Guarapari levantaram todo o público com seus louvores e o Coral Algazarra emocionou a todos.