7 janeiro 2015

Aspomires prepara comemoração dos 50 anos

 

No dia 30 de janeiro de 1965, um grupo de oficiais e praças da reserva remunerada e reformados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, inspirados pela missão de atender aos anseios e necessidade da classe, fundou a Aspomires. Para comemorar as cinco décadas de história, a associação formou, no ano de 2013, a Comissão Organizadora do Cinquentenário, coordenada pelo diretor de Relações Públicas, coronel PM Ref José Maria Leite.

O diretor contou como o grupo planejou e estruturou a programação que inclui a cerimônia de abertura, confraternizações na sede e nas representações, entrega de medalhas, o Encontro Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (Eneme) e uma campanha institucional para divulgar as atividades e fortalecer o compromisso da entidade com os associados e a sociedade.

Como surgiu a proposta de comemorar o cinquentenário da Aspomires?

Coronel Leite – Diante do aniversário de 50 anos da associação, havia a necessidade de organizarmos uma comemoração à altura deste jubileu. Fui nomeado presidente de uma comissão composta também pelo vice-presidente da associação, coronel BM RR Carlindo Tristão Charpinel; o diretor de Interior, coronel PM RR Adilson Silva Tolentino; o vice-presidente do Conselho Deliberativo e Fiscal (CDF), coronel PM Ref Robinson Pereira Souza; o secretário do CDF, tenente PM RR Jorge Luiz de Melo Barbosa; e o diretor de Patrimônio, capitão PM RR José Raimundo de Jesus.

Após a formação da comissão, observamos a importância de organizar uma comemoração marcada pela participação do associado, responsáveis por manter a entidade em condições de existência. A partir desta orientação, programamos confraternizações para a família do policial e do bombeiro, entre outros convidados. A primeira delas será realizada no dia 18 de abril para os associados da região da Grande Vitória. De maio a dezembro de 2015, faremos a comemoração no interior com a realização de almoços ou coquetéis nas oito representações da associação.

O quem mais comporá a programação?

Coronel Leite – No dia 30 de janeiro, data da fundação da entidade, faremos a abertura oficial das atividades comemorativas. Nesta ocasião haverá convites para os associados e as autoridades das diversas esferas públicas e privadas do Estado.

Nos dias 09, 10 e 11 de abril, presidentes de associações de oficiais militares do Brasil inteiro compartilharão conosco este momento festivo durante a realização, em Vitória, do 15º Encontro Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (Eneme), através de uma parceria com a Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME).

Vamos comemorar o cinquentenário junto com a realização deste evento nacional que, além das atividades como debates, reuniões e palestras, contará com um jantar de entrega de medalhas. A realização do Eneme no Espírito Santo demonstra ainda como a entidade está inserida neste cenário nacional de debate sobre a segurança pública e as atividades associativas.

Nesta oportunidade de comemorar os 50 anos, a associação também quer aproveitar para se comunicar com a sociedade?

Coronel Leite – A Aspomires presta um serviço à sociedade porque sustenta como linha de ação colunas-mestra como a assistência social, assistência jurídica gratuita e assistência financeira. Na medida em que a associação se empenha na melhoria das condições de vida do associado, tanto da ativa quanto da inatividade, a entidade contribui para aumentar a autoestima e a qualidade de vida deste associado. ]

Os policiais e bombeiros da ativa que buscam o socorro financeiro, por exemplo, querem resolver seus problemas pessoais para alcançar melhor qualidade de vida e, consequentemente, estar mais preparados para atuação na rua na defesa dos cidadãos.

Outro benefício da entidade é a assistência jurídica gratuita. O policial se envolve num entrevero com um marginal durante uma operação, mas o Estado não dá mais assistência jurídica gratuita que proporcionava antigamente. Por isso, a associação presta este serviço que, indiretamente, contribui para a segurança pública do estado. Isso porque ninguém poderá estar bem no trabalho se tiver um problema financeiro ou algum conflito jurídico que, muitas vezes, pode ter sido criado em decorrência da própria natureza do serviço.

Como está transcorrendo o trabalho da Comissão?

Coronel Leite – Iniciamos o planejamento em fevereiro de 2013. É um trabalho ingente, pesado. Há ações que dependem de tempo para se concretizarem. Estamos produzindo vídeos institucionais, campanhas de divulgação das atividades sociais e jurídicas. A produção destas peças depende da atuação de empresas especializadas contratadas pela associação. Em 2014, trabalhamos na preparação desta infraestrutura. E este ano de 2015 marca a execução de tudo que associação programou para festejar o jubileu.

O que a Aspomires tem a comemorar depois de 50 anos de história?

Coronel Leite –  Queremos, primeiramente, olhar para a foto do coronel Lumberto Maciel de Azevedo responsável por presidir a primeira reunião de policiais e bombeiros militares, ocorrida em Maruípe, em 1965, e dizer: companheiro, nós cumprimos a missão e avançamos. O senhor e seus companheiros sonharam grande e este sonho cresceu ainda mais.

Quando ele presidiu aquela reunião de fundação, a associação tinha menos de 70 pessoas. Hoje, a entidade abriga mais de 7 mil associados. A instituição cumpriu a missão. Em segundo lugar, queremos olhar para o associado e vê-lo feliz por saber que tem um lugar que lhe pertence e onde ele pode contar com um advogado, uma assistência social e financeira e onde ele pode ser atendido com dignidade e respeito.

Foto: Fabio Machado