8 abril 2015

Começa XIV Encontro Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais

Com a missão de fortalecer a união, a solidariedade e a defesa dos interesses coletivos de oficiais da ativa, da reserva ou reformados e pensionistas de policiais e bombeiros militares, foi aberta na manhã desta quarta-feira (08/04) o XIV Encontro Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (Eneme). O evento reúne lideranças associativas de vários estados brasileiros no Cerimonial Aspomires, em Bento Ferreira, na cidade de Vitória.

Participaram da cerimônia de abertura o presidente do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais (CNCG), comandante-geral de Goiás, coronel PM Silvio Benedito Alves; o presidente da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (Feneme), coronel PM Marlon Jorge Teza; o comandante-geral da Polícia Militar do Espírito Santo, coronel Marcos Antonio Souza do Nascimento; o comandante do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo, Carlos Marcelo D’Isep Costa; e o presidente da Amebrasil, o coronel César Braz Ladeira, dentre várias autoridades militares e civis.

Ao lado dos representantes de entidades estaduais estão ainda lideranças internacionais. Entre os participantes estão o comandante D. Miguel Cañellas Vicens, adido policial no Conselho de Interior da Embaixada da Espanha, em Brasília; e o capitão Jean-Paul de Azevedo, oficial de ligação na Embaixada da Espanha, em Brasília.

O encontro é uma realização da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (Feneme) em parceria com a Associação dos Militares da Reserva, Reformados, da Ativa da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar e Pensionistas de Militares do Estado do Espírito Santo (Aspomires).

Abertura – Após o café da manhã, os participantes foram acolhidos pelo presidente da Feneme, coronel PMSC coronel Marlon Jorge Teza, e pelo presidente da Aspomires, capitão PM Ref Nailson Pedro Tolentino. Em sua fala de abertura, o coronel Marlon comemorou a presença do presidente do CNCG no evento, destacando a atuação prática deste militar nas lutas da categoria. Para ele, a participação do maior representante do conselho no encontro sela a união do Brasil na discussão de soluções de continuidade para as questões de Segurança Pública. Além de agradecer o esforço e a dedicação da Aspomires na organização das atividades e no acolhimento dos participantes, o coronel Marlon destacou ainda os principais itens da programação, entre eles, o Ciclo Completo de Polícia.

“Esse é o grande eixo do nosso encontro. Queremos avançar nesta discussão e deixar de ser polícia pela metade”, salienta o presidente da Feneme. Defensor deste modelo, o presidente do CNCG, coronel Silvio Benedito Alves, enfatizou que a sociedade não aguenta mais ter que ligar para a Polícia Militar para ser atendido e depois ser orientado a procurar a delegacia para preencher o boletim de ocorrência. Segundo o comandante-geral de Goiás, esta situação faz com que o cidadão sinta-se desprestigiado. De acordo com o coronel Silvio, o conselho defende um modelo em que o militar possa atuar desde o flagrante até a condução do caso ao Ministério Público.

Hoje, a Constituição Federal Brasileira dispõe sobre duas corporações estaduais de ciclo incompleto, de um lado, a Polícia Militar, responsável pelas ações ostensivas e de preservação da ordem, e do outro, a Polícia Civil, encarregada de ações de polícia judiciária.

Na segunda parte do evento, os participantes conheceram a experiência de modernização administrativa da Aspomires com a criação do Sistema de Gestão Integrada (SGI). A apresentação foi conduzida pelo vice-presidente da Aspomires e presidente da Comissão de Informatização, coronel BMES Ref Carlindo Tristão Charpinel, e pelo diretor de Interior e coordenador de Execução do Planejamento Estratégico da associação, coronel PMES RR Adilson Silva Tolentino. Também complementaram o tema o diretor da Infopar, Pedro Mendes Gualandi, e o gestor de negócios da Sênior, Christian Costa, representantes das empresas de Tecnologia da Informação envolvidas na elaboração e implantação das novas ações gerenciais da entidade.

A programação de atividades continuou na parte da tarde de quarta e prosseguirá até sexta-feira. O evento reúne oficiais do Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Paraíba, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas, São Paulo, Goiás, Alagoas, Rio Grande do Sul e do Distrito Federal.