5 março 2013

Exposição chama atenção para o meio ambiente

 

Você conhece o Lobo Guará? Já teve a oportunidade de ver um Jacaré do Papo Amarelo, uma Jaguatirica ou um Quati? Conhece uma Arara Canga, um Tamanduá ou um Ouriço Preto? Quem visitar o Shopping Vitória esta semana poderá se deparar com estas e outras espécies taxidermizadas que compõem a exposição em comemoração aos 25 anos do Batalhão de Polícia Militar Ambiental do Espírito Santo (BPMA). O evento, aberto no dia primeiro de março, expõe ainda espécies empalhadas de Papagaio Chauá, tucano, peixes, macaco, jabuti, gavião, ave mutum, paca, Tatu Canastra, Veado Catingueiro, raposa, entre outras.

Habituados com o cenário feito de concreto característico dos centros urbanos, os visitantes se surpreendem ao se deparar com animais que não fazem parte do ambiente metropolitano. O encarregado Paulo Henrique Alves, 27 anos, morador de Jacaraípe, na Serra, aproveitou para fotografar as espécies com a câmera do celular. “A exposição é muito legal. Temos a oportunidade de ver bichos raros que não vivem na cidade. E assim temos uma noção da importância de não se maltratar os animais”, avalia. O aposentado José Luiz Ribeiro, 46 anos, morador de Jacaraípe, também aprovou a iniciativa do Batalhão. “Muitas crianças não teriam outra chance de conhecer estas espécies por causa da caça e da pesca irregular”, salienta José Luiz.

A funcionária pública aposentada Evanilda Luiz dos Santos Portugal, 60 anos, moradora de Campo Grande, Cariacica, que estava acompanhada da filha e da neta, se encantou diante da diversidade de espécies apresentadas pela exposição. “Esta é uma chance muito importante para as crianças que crescem vendo estes animais somente nos livros ou na televisão. Na exposição, estes bichos estão diante da gente, quase que palpáveis”, salienta.

Quem visitar o espaço ainda poderá conferir equipamentos, materiais e veículos utilizados pelos policiais ambientais nas ações de prevenção e fiscalização. A exposição, que conta com o patrocínio da Aspomires, é composta também por fotos das principais ações do Batalhão nas diversas regiões do estado e por um vídeo que relata como funciona o trabalho de proteção do meio ambiente. Os visitantes podem conferir o trabalho até domingo (10/03), das 10 às 22 horas, no Shopping Vitória, Praça Mar, no primeiro piso, em frente ao Banco do Brasil.

Proteção da flora e fauna –  O Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) recebe, em média, por ano, 5 mil denúncias no Espírito Santo. No ano de 2012 foram registrados 14.949 atendimentos incluindo ações de fiscalização e de prevenção. No ano passado, do total de atendimentos, 2.091 notificações resultaram em crimes ambientais. A maior parte das ocorrências está relacionada a agressões contra os animais. Foram 8.041 atendimentos relativos a fauna em 2012, incluindo ocorrências como a manutenção de pássaros em cativeiro, caça, captura e transporte de animais e a comercialização de caça abatida.

De acordo com o Capitão PM Patrício Fiorim, o Batalhão tem como prioridade a proteção do nicho florestal porque é fundamental preservar as áreas ambientais onde os animais vivem. “A nossa prioridade de atendimento é a proteção da flora para manter o equilíbrio ambiental, a preservação de nascentes e das matas, que compõem a moradia destas espécies animais”. Dentre as principais ocorrências nesta área estão a queimada irregular, o desmatamento e o corte seletivo de madeira.

Como denunciar – Se você se deparar com uma agressão  ambiental, envie um e-mail para bpma@pm.es.gov.br ou ligue para a companhia de Polícia Ambiental da região onde foi constatada a ocorrência. O serviço funciona 24 horas. A 1ª Companhia de Cariacica, com abrangência na Grande Vitória e Região Serrana, recebe denúncias através do 3336-4515. A 2ª Companhia de Colatina, que atua na Região Noroeste, atende por meio do 3711-8151. Se a ocorrência aconteceu na Região Nordeste capixaba, basta ligar para a 3ª Companhia de São Mateus, no telefone 3763-3663. A 4ª Companhia de Cachoeiro de Itapemirim, com atuação no sul do estado, recebe denúncias pelo (28) 3521-3358 . O telefone geral do Batalhão é o 3636-1650.

Foto: Fabio Machado