9 julho 2021

Levantamento aponta que atual administração pagou mais de R$ 1 milhão em auxílios para associados em 2020

Em todas as medidas da atual gestão da ASPOMIRES estão alinhadas duas importantes situações que são:  transparência e a legalidade dos atos. Desta forma, até mesmo como medida de controle dos recursos financeiros, estão sendo apurados valores relacionados as despesas essenciais e custeio referentes aos anos de 2020 e 2021. Neste sentido, levantamentos estão sendo realizados também nos pagamentos de diversos auxílios pagos aos associados – estes benefícios são parte das garantias estatutárias e direitos adquiridos para todos os associados e pensionistas.  

Assim, um levantamento inicial da tesouraria que atualmente é dirigida pelo Vice-presidente, Cap. Silva apontou que em 2020 mais de R$ 1 milhão foram pagos para aqueles(as) que solicitaram formalmente os auxílios, dentre eles: auxílio natalidade, maternidade e pós-morte. Mensalmente estes direitos são requeridos no setor competente e depois são analisados cada caso, dentro das normas legais em que são postuladas pela ASPOMIRES. Em 2020, segundo a tesouraria foram pagos em torno de R$ 1.050.000,00.

Agora cada pagamento é feito através de um procedimento administrativo

Como são ações que merecem atenção do corpo administrativo da entidade existem atos internos que são precedidos de todo um sistema organizado como pareceres e verificações que são realizados pelo setor jurídico e financeiro da ASPOMIRES. Todos os dados são registrados em um sistema informatizado próprio da ASPOMIRES é posteriormente é dado andamento de acordo com cada processo aberto pelos associados/pensionistas.   

 “Os pagamentos são feitos atualmente dentro de critérios técnicos. Hoje, existem mais controle tanto do que é solicitado, como também do que é realmente pago. São valores expressivos, que não podem ter equívocos ou distorções em cada análise que é feita, até mesmo tem que existir o aval do Conselho Deliberativo e Fiscal (CDF)” afirma Cap. Silva.

Relatório 2021 com levantamento técnico

Um relatório contábil mais condensado e específico está sendo produzido pelo setor administrativo com todos os dados e valores sobre os atos da administração em 2020 e 2021. Segundo Cap. Silva “teremos de forma mais pontual os valores, mas já temos noção de que trabalhamos dentro do orçamento correto e ainda buscando sempre resguardar a instituição de erros que foram cometidos no passado” disse.  

Redução de gastos foi uma das medidas mais corretas em 2020

Outra linha de atuação, no controle das contas, foi a decisão de fazer algumas mudanças no orçamento relacionadas as despesas de pessoal. Foram extintos todos os cargos de assessores, houve reduções significativas nas representações, no Conselho Diretor e no número de funcionários.

Foram pagos mais quase R$ 180 mil de auxílios que estavam atrasados desde 2019 até fevereiro de 2020. Foram valores que somados com outros auxílios chegam a mais de R$ 607 mil naquele momento, mas resolvemos isto”, afirmou Silva. 

E ainda, na avaliação dele foram feitas reduções significativas que não influenciaram na queda de operacionalidade da entidade ou com prejuízo no atendimento aos associados. “Já em outros setores, ganhamos mais agilidade e reforçamos a transparência e a nossa comunicação da ASPOMIRES. Diversos associados comentam com a gente em nossos encontros que as informações diárias agora são uma forma correta e ágil de mostrar o que está acontecendo dentro da entidade” ressalta Cap. Silva. 

 

Veja no quadro:

 

   

Setores e funções

 

 

Redução Percentual

(Quantitativo)

 

Redução Percentual

(Folha de pagamento)

Funcionários

35%

38%

Conselho Diretor

25%

22%

Representações

18%

10%

Assessorias

100% (Extinto)

100% (Extinto)

 

 

 

Acesse o nosso site, diariamente com informações atualizadas: clique aqui, http://www.aspomires.com.br

Publicação da Diretoria de Relações Públicas – Aspomires

Cap PM RR Andréa de Oliveira Silva
Diretora de Relações Públicas