1º Seminário de Saúde Mental, Psicossocial dos Profissionais de Segurança Pública
19 setembro 2016

Aspomires promove discussão sobre Saúde Mental em Seminário

A última quinta-feira (15) foi marcada pelo 1º Seminário de Saúde Mental, Psicossocial dos Profissionais de Segurança Pública. O evento promovido pela Aspomires foi resultado de uma iniciativa da Diretoria de Ação Social. O objetivo era iniciar um debate sobre a realidade da saúde mental e psíquica dos profissionais de Segurança Pública, bem como verificar como as instituições estão lidando com as consequências desta temática. Realizado no Cerimonial Aspomires, o evento contou com a participação de cerca de 200 policiais e bombeiros militares, guardas municipais, policiais civis, agentes penitenciários e demais profissionais de Segurança Pública.

Entre as autoridades militares, estiveram presentes Cel PM Ilton Borges Correia, Subcomandante da PMES, Ten Cel BM André Có Silva, representando o Comando Geral do Corpo de Bombeiros, Cel Nilton Rodrigues, secretário de Segurança da Serra, Ten Cel Wilian Robert Vieira, chefe do Centro Farmacêutico e Bioquímico do HPM, Ten Cel Emerson Causer, representando o diretor do HPM, o Ten Cel Welington, comandante do 6º Batalhão, Cap PM Araujo, presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos, Walter Siqueira, representando o subsecretário da Guarda Municipal de Vila Velha e Cel Coutinho, ex-comandante geral da PMES.

O presidente da Aspomires, Cap Raimundo, deu as boas vindas ao público destacando a iniciativa da Diretoria de Ação Social. “Gostaria de agradecer e reconhecer o trabalho do Sgt Clemilson, diretor adjunto da pasta de Ação Social, que foi o idealizador deste seminário. Tomamos esta iniciativa, pois estamos preocupados com o bem-estar dos militares da ativa e da reserva”, aponta o presidente. Por meio desta diretoria, Cap Raimundo reforça o empenho da atual administração em ampliar o leque de ações e benefícios aos associados, como foi o caso deste evento. “A partir deste seminário, é possível propor soluções para que os profissionais de Segurança Pública possam trabalhar com dignidade”, comenta.

Cap Raimundo ressalta que estes profissionais atuam sob um nível de estresse elevado, inclusive com o constante risco de morte, o que torna fundamental a promoção da saúde mental. “Este grupo de profissões exige bom condicionamento físico e mental. Na atual conjuntura, não temos reconhecimento profissional, financeiro, atendimento médico condizente e qualidade de convívio familiar. Em contrapartida, sobram cobranças da sociedade. Todos estes fatores sobrecarregam o sistema psicológico do profissional de Segurança Pública”, alerta o presidente da Aspomires. E complementa: “O fato é que as próprias instituições e a sociedade esquecem que, por trás da farda, do uniforme, do distintivo, existe um ser humano. São indivíduos dotados de emoções, desejos e que também são passíveis de erros. O prejuízo não é só para o profissional e seus familiares, mas para toda a sociedade que depende deles para a manutenção da paz e ordem pública”.

A primeira palestra foi proferida pelo psicólogo Dr. Rubens José Loureiro, mestre em Enfermagem de Saúde Mental e coordenador de Reabilitação a Saúde do Toxêmico e Alcoolista do Presta Polícia Militar – ES. Dr. Rubens tratou da contextualização sobre Saúde Mental: pânico, álcool, drogas e depressão no profissional de Segurança Pública. “Falar de saúde mental é complexo, mas existem algumas ações que a gente pode fazer no sentido de diminuir algumas conseqüências. Por exemplo, não usar substâncias psicoativas, começar a refletir sobre si mesmo, praticar esportes, ter um convívio saudável com a família”, explica o psicólogo. E elogiou o seminário: “Para mim é uma honra. Trabalho nesta área, sou psicólogo, vejo o tempo todo no consultório e no HPM, os policiais militares que chegam com sofrimentos diversos. Às vezes completamente desesperados. Abrir este espaço para discutir sobre saúde mental é uma boa possibilidade de iniciar ações preventivas, de cura e tratamento”.

A segunda temática, “Atividade fim e meio da Segurança Pública, risco da própria sobrevivência e caminho para suicídio”, foi abordada pelo Dr. Vinicius Leite Zambelli de Almeida. O palestrante é advogado, pós-graduado em Direito do Trabalho e Direito Público e coordenador do Centro de Valorização à Vida (CVV) em Vitória. De acordo com Dr. Vinicius Leite, este seminário serviu para levar um mínimo de esclarecimento sobre as temáticas abordadas, dentro da nossa cultura e dentro das limitações do ser humano. “Por meio deste debate, a gente pode mudar a cultura e conseguir melhorar a realidade do ser humano como um todo e principalmente diminuir as consequências, seja uma violência contra a própria vida ou de outro, e, assim, promover uma sociedade que viva em paz, de maneira fraterna”, comenta.

O secretário de Segurança Pública do Estado do Espírito Santo, Dr André de Albuquerque Garcia, foi o responsável pela terceira palestra. Com o tema “Violência doméstica contra mulher: desafios”, Dr. André Garcia tratou do feminicidio executado por profissionais desta área. “Acho de suma importância tratar de temas que, muitas vezes, são negligenciados, em função das inúmeras tarefas que estes profissionais tem em seu dia-a-dia. Um evento como este, em que paramos para refletir sobre questões sensíveis, como suicídio, saúde mental, violência contra a mulher, é muito importante. Este seminário nos fornece a oportunidade de compreender nossa contribuição ao enfrentamento da criminalidade como um todo”, destaca o secretário de Segurança Pública do Estado do Espírito Santo.

Para o subcomandante geral da PMES, Cel Ilton Borges Correia, esta ação da Aspomires vai contribuir com a gestão da Polícia Militar. “Em primeiro lugar, em nome do Comando da Corporação, agradeço e parabenizo a Aspomires por esta iniciativa. Há levantamentos da nossa diretoria que apontam uma série de afastamentos que impactam negativamente não somente a administração da rotina de trabalho, mas também financeiramente”, destaca Cel Ilton Borges. E complementa: “Esta discussão auxilia a instituição a encontrar caminhos para tentarmos minimizar e controlar esta situação. Além disto, este tema é importante para refletirmos sobre nossa previdência social. Estamos na expectativa de mudanças na realidade da previdência do policial militar, acredito que seja uma boa oportunidade para pensarmos em defender algumas teses neste sentido”.

O Cb BM Schubert, participante do evento, elogiou esta ação da Aspomires. “Quero parabenizar a iniciativa da associação de fazer este seminário que é de extrema importância para os servidores da Segurança Pública. Os temas foram muito bons, estava ansioso”, apontou o participante. E sugeriu: “Nos próximos, sugiro mais tempo para a abordagem e participação dos ouvintes. Tive a impressão de que se falou muito sobre as estatísticas e não sobre as atitudes de enfrentamento e soluções, como planejamento por exemplo”.