15 junho 2015

Integração e alegria marcam confraternização em Cachoeiro de Itapemirim

 

Envolvidos por um sábado de sol, calor e céu azul, associados da região de Cachoeiro de Itapemirim se encontraram para comemorar os 50 anos da Aspomires. O evento realizado no Sítio Moitão foi marcado pelo reencontro e pela integração de militares da reserva, da ativa e de seus familiares.  Diretores e colaboradores da associação acolheram os convidados para festejar as conquistas da entidade nas áreas social, jurídica e financeira.

Esta é a segunda confraternização no interior do Espírito Santo. A primeira aconteceu em Colatina, no dia 30 de maio. Antes, no dia quatro de abril, foi a vez dos associados da Grande Vitória participarem da comemoração. A programação do cinquentenário foi aberta no dia 30 de janeiro, data em que a entidade completou cinco décadas de existência. Até o final do ano serão realizadas confraternizações pelas diversas representações da instituição. A próxima comemoração será no dia 27 de junho, em Marataízes.

Num espaço coberto, cercado por uma área verde e sossegada, os convidados participaram de um churrasco animado por um repertório diversificado de Música Popular Brasileira. Estavam presentes o presidente da associação, capitão PM Ref Nailson Pedro Tolentino; o vice-presidente, coronel BM Ref Carlindo Tristão Charpinel; o vice-presidente do Conselho Deliberativo e Fiscal (CDF), coronel Robinson Pereira Souza; o Diretor de Interior, coronel PM RR Adilson Silva Tolentino; o Diretor de Finanças, coronel PM RR Ciromar Garcia; o Diretor de Patrimônio, capitão PM RR José Raimundo de Jesus e o representante da entidade na região, sargento PM RR José Luiz Gomes de Souza.

Aproximação – Durante o acolhimento aos convidados, o presidente da associação agradeceu a presença de todos e enalteceu a importância de cada um para a existência da entidade. “Estou muito satisfeito com a presença. Quero agradecer a vocês. A associação sem vocês não poderia existir”, destacou capitão Nailson.

O diretor de Interior, coronel PM RR Adilson Silva Tolentino, falou sobre o pioneirismo da entidade em nível nacional graças à modernização da gestão. “A Aspomires completa neste ano um Sistema de Gestão Integrada pioneiro no Brasil. Mostramos esta conquista para o Brasil inteiro durante o Encontro Nacional de Entidades de Oficiais Militares (Eneme), realizado em abril. A Aspomires está hoje na ponta como a associação que tem o melhor Sistema de Gestão Integrada”, destaca o coronel. O diretor aproveitou para convocar os associados para se cadastrarem no novo sistema e, assim, terem acesso aos serviços disponibilizados pela instituição e acompanharem todas as solicitações no portal da internet.

O vice- presidente da entidade, coronel BM Ref, Carlindo Tristão Charpinel, também saudou os convidados com boas novas. “A partir deste ano, assumimos como ideal o compromisso de a cada ano comparecer em nossas representações para realizar esta confraternização tão importante e necessária para o convívio, para a aproximação e para que o associado veja os resultados da nossa entidade”, informa.

O representante da entidade no município, sargento PM RR José Luiz Gomes de Souza, comemorou o gesto da entidade de acolher os associados em uma confraternização preparada especialmente para os associados da região de Cachoeiro de Itapemirim e municípios vizinhos. “Estamos há 18 anos representando a categoria neste município e é uma alegria poder estar vivo ao lado de muitos companheiros contemporâneos, com quem trabalhamos, durante o tempo da ativa”, destaca o sargento aposentado.

Reencontro – Primeiro mergulhador profissional do Corpo de Bombeiros do ES, formado pela Marinha do Brasil, no ano de 1979, o capitão Luiz Gonzaga Assunção, prestigiou o evento. “Quando surgiu a oportunidade de ingressar na Aspomires, eu me associei pelo anseio de socializar com os colegas, como o que está acontecendo aqui hoje nesta confraternização. Se não fosse a associação pra promover um evento como esse, eu não iria encontrar nunca um colega de muito tempo”, destaca o capitão.

Antes de se tornar delegado de Polícia e superintendente de Polícia Regional Sul, Paulo Rogério Sousa da Silva dedicou 21 anos, cinco meses e 11 dias ao trabalho como policial militar. Presente à confraternização, o delegado reencontrou antigos colegas da época da corporação. Para o sargento aposentado, a associação tem papel fundamental na vida dos militares, em especial, aos que chegam à reserva.

“O que destaco é o apoio que a entidade tem dado à pessoa após ser aposentado. O ser humano precisa desta aproximação. Esta ida pra reserva é um momento muito difícil para quem não está preparado. E a Aspomires dá este apoio para aqueles policiais que estão saindo da atividade e indo para a reserva. Isso ajuda muito neste convívio para uma vida sadia com seus sócios”, salienta o delegado.

Para o coronel PM RR, Marcelo de Macedo Paiva, a descentralização das atividades da instituição para o interior é uma das principais conquistas da Aspomires nos últimos anos. “A associação é importante para o fortalecimento da categoria, para esta integração entre as famílias e para o próprio fortalecimento da instituição. Nós não podemos viver isolados. O objetivo da Aspomires é altamente salutar para o bem estar dos policiais militares e de seus familiares também, não somente pra confraternização, no sentido recreativo, mas para o fortalecimento do ser humano. Precisamos deste contato, desta energia, desta troca de ideias”, analisa o militar.

Sintonia – A cabo Gracinha Fernandes Kotasek, esbanjou alegria durante o evento em comemoração aos 50 anos da associação. Na avaliação da militar da ativa, a entidade tem se destacado pelo compromisso com as causas dos associados. “Eu acredito que a Aspomires como associação é a primeira a verificar a importância dos nossos direitos. Então, ela é sempre a primeira a apoiar, a buscar proteção jurídica do associado. Isto faz com que ela saia na frente de todas as outras associações aos quais eu pertenço”, cita Gracinha.

Associado da entidade há 18 anos, o cabo Luiz Ernesto de Sousa acompanha a evolução da associação nos aspectos administrativos. “Eu faço uma avaliação muito positiva no aspecto da evolução da tecnologia, no advento da informática. A associação caminhou junto com a evolução dos tempos, não ficou pra traz, e vem fazendo muito pelo associado, com esta busca pela proximidade”, salienta o militar.

Fotos: Sandra Bisi