17 agosto 2013

Terceiro Batalhão de Alegre completa 39 anos

 

No dia 17 de agosto de 1974 era instalado no município de Alegre o 3º Batalhão de Polícia Militar. Quando a unidade foi criada era responsável pelo policiamento ostensivo em 26 municípios. Hoje, aos 39 anos, o batalhão abrange oito municípios, pois ao longo do tempo, com o aperfeiçoamento da segurança pública, novas unidades foram instaladas no estado. Para comemorar a data, o batalhão realizou uma solenidade de aniversário na manhã deste sábado (17/08).

Realizada na sede, a cerimônia foi marcada por desfile dos 120 alunos-soldados, a entrega do diploma “Amigo do 3º Batalhão de Alegre” aos parceiros e colaboradores da instituição e o diploma “Fibra de Ortiz” aos policiais que ingressaram na reserva remunerada nos últimos 12 meses. O presidente da Aspomires, capitão PM Ref Nailson Pedro Tolentino, o diretor de Interior e de Patrimônio da Aspomires, coronel PM RR Adilson Silva Tolentino, e funcionárias da entidade, prestigiaram o evento e distribuíram brindes e material informativo sobre a associação para os militares.

Estiveram ainda presentes o comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar de Ibatiba, o tenente-coronel Alexandre Quintino Moreira, e o comandante do Batalhão de Polícia Ambiental, major Francisco José Silva Gomes, entre outros oficiais militares e representantes políticos e da sociedade civil.

Desafios – No ano de 1997, o batalhão passou a denominar-se “José Marcos Guedes”, em homenagem ao ex-comandante da unidade. Compõem a área de atuação operacional os municípios de Alegre, Jerônimo Monteiro, Guaçuí, Bom Jesus do Norte, Dores do Rio Preto, São José do Calçado, Divino São Lourenço e Apiacá. A região apresenta problemas de criminalidade que se agravam por diversos fatores como o aumento da população flutuante e o crescimento do desemprego, de acordo com comandante do batalhão, tenente-coronel PM Hermano Pinto de Oliveira.

“Todo dia apreendemos drogas das mais variadas”, declara o tenente-coronel. Ele conta que uma estratégia utilizada pelos criminosos é carregar pouca quantidade de entorpecente para serem enquadrados como usuários e não como traficantes. Porém, a unidade vem coibindo os casos. Outra preocupação da unidade é o número de homicídios. De janeiro até agora, foram registrados 15 homicídios. Em todo o ano passado foram registradas seis mortes violentas.

Com o objetivo de reverter a situação, o comando da unidade tem intensificado o policiamento com a realização de 50 a 60 operações por dia. Segundo o comandante, que atua na região desde dezembro de 2010, a equipe de policiais intensifica o trabalho ostensivo tanto nos horários e locais de maior movimentação de pessoas quanto no período noturno, quando os moradores já se recolheram em casa.

Representação – A Aspomires mantém uma representação na região de Alegre, com abrangência nos municípios de Apiacá, Bom Jesus do Norte, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Jerônimo Monteiro, Muniz Freire e São José do Calçado. A iniciativa integra o plano de descentralização das atividades e de interiorização do atendimento, aproximando a instituição dos associados que vivem e trabalham no interior.

O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 13 horas, no seguinte endereço: Avenida Jerônimo Monteiro, 2, Sala 204, Edifício Raul Moulin, no centro de Alegre. Mais informações pelos telefones (28) 3552-1521 e (28) 8117-6359 ou através do email aspomiresalegre@hotmail.com. Para requerer assistência jurídica, basta ligar para a representação e agendar um horário com a advogada contratada pela entidade.